32.54.110 IGREJA DE SÃO MIGUEL ARCANJO
LAJES • LARGO DA IGREJA
EDIFÍCIO ISOLADO
ARQUITECTURA RELIGIOSA
ÉPOCA DE CONSTRUÇÃO INICIAL: SÉC.XIX
DESCRIÇÃO: Igreja constituída por corpo principal, torre sineira, corpo da capela-mor, sacristia e corpo de arrumos. O adro é definido por um conjunto de degraus que elevam a igreja em relação à rua.
A fachada do corpo principal, larga e atarracada, está dividida em dois pisos por uma cornija. No piso térreo tem ao centro a porta de entrada com uma janela de cada lado. No piso superior, correspondente ao frontão, a dimensão das três janelas que quase preenchem o tímpano (a do meio ligeiramente maior) obriga a rebaixar a cornija divisória dos pisos. Junto ao vértice superior do tímpano encontra-se ainda um relógio. O frontão é quebrado e contracurvado tendo uma cruz sobre o vértice. Sobre o cunhal do lado direito da fachada encontra-se um pináculo.
Os vãos da fachada principal têm a verga curva encimada por uma cornija rematada, nas extremidades, por pináculos encastrados. As molduras têm no intradorso um chanfro boleado. Sobre os vãos existem volutas decorativas em relevo.
A torre sineira, situada do lado esquerdo da fachada, é de planta rectangular e tem os vãos dos sinos rematados em arcos de volta perfeita, peraltados, assentes em impostas. É rematada por uma cornija e tem pináculos nos ângulos. A cobertura é em coruchéu piramidal hexagonal revestido a azulejos e rematado por um pináculo. A cornija divisória da fachada da igreja prolonga-se para a torre sineira dividindo-a também em dois pisos.
O corpo da capela-mor, cujo volume se prolonga para a direita no corpo de arrumos, tem planta rectangular com dois pisos.
A sacristia está adossada à fachada lateral esquerda da capela-mor. Tem planta rectangular e um só piso.
O interior da igreja está dividido em três naves separadas por colunas de secção quadrangular que suportam duas fiadas de seis arcos de volta perfeita. Existe um púlpito (com guarda de madeira) adossado à antepenúltima coluna. Sobre a entrada situa-se o coro. No topo de cada nave lateral existe um altar. Nas paredes de ambas as naves laterais, em frente aos penúltimos arcos a contar da entrada, existem nichos com fundo forrado de azulejos neobarrocos. A capela-mor está separada da nave central por um arco triunfal em cantaria. A capela-mor e o baptistério (situado sob a torre mas com acesso pelo interior da igreja) estão também revestidos com azulejos revivalistas. O retábulo da capela-mor corresponde também a um revivalismo da talha barroca de estilo nacional.
Todo o imóvel é construído em alvenaria rebocada e caiada de branco, com excepção das arcadas internas, do soco, dos cunhais (apilastrados), das cornijas, das molduras dos vãos, dos pináculos e restantes elementos decorativos salientes da fachada que são em cantaria. As coberturas são de duas águas, em telha de meia-cana de produção industrial, rematadas por beiral simples.
ELEMENTOS DATADOS: Inscrição na torre sineira: "F-1564 / A-1826 / R-1977". Inscrição na calçada do adro: "1883".
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Bom
FUNÇÃO INICIAL: Igreja
FUNÇÃO ACTUAL: Igreja paroquial
BIBLIOGRAFIA E DOCUMENTAÇÃO DE REFERÊNCIA: Freguesias da Praia, Pedro de Merelim, Vol.I, Direcção Regional de Orientação Pedagógica, Angra do Heroísmo, 1982; Ficha 1-H do "Inventário do Património Histórico e Religioso para o Plano Director Municipal da Praia da Vitória".
OBSERVAÇÕES: De acordo com um rol publicado pelo Bispado de Angra, esta igreja ficou "gravemente danificada" em resultado dos estragos causados pelo sismo de 1 de Janeiro de 1980.
DATA DE LEVANTAMENTO: 1999-06-07
< anteriores




seguintes >
mapa: 54
Terceira. Praia da Vitória
Inventário do Património Imóvel dos Açores
Última actualização em 2007-03-14